top of page

DISTURBIO ALIMENTAR

Distúrbios alimentares podem ser originados de hábitos alimentares que causam danos à saúde como a redução extrema ou consumo em excesso de alimentos.

Os distúrbios alimentares são comuns na adolescência e no começo da adulta. Eles estão relacionados a uma série de consequências psicológicas, como ansiedade e pressões sociais para o chamado ‘corpo perfeito’.

Os especialistas que realizaram o estudo concluíram que uma parte considerável desses transtornos alimentares está ligada às redes sociais.

Transtorno alimentar é um tema que merece uma atenção especial, por isso separamos os tipos, causas, sintomas e como cada distúrbio pode ser tratado.

Causas

Pessoas com depressão, ansiedade e transtorno obsessivo compulsivo estão propensas a um distúrbio alimentar.

Fatores de risco:

  • Culto excessivo ao corpo;

  • Maus hábitos alimentares;

  • Distorção da imagem corporal;

  • Autoestima baixa;

  • Sentimento de culpa;

  • Questões hormonais;

  • Distúrbios Emocionais.

Tudo isso está ligado às seguintes condições: saúde psicológica, sociocultural, biológica e genética.

Doces

Sintomas de distúrbios alimentares

  • Anorexia Nervosa - se auto avaliam com excesso de peso – ainda que estejam abaixo do peso ideal. Exercícios físicos exagerados, uso indevido de laxantes, diuréticos, entre outros, fazem parte da rotina do portador de anorexia nervosa;

 

  • Bulimia nervosa - Pessoas diagnosticadas com bulimia nervosa comem em grande quantidade. Vômitos forçados, uso de laxantes e diuréticos, jejum e exercícios físicos excessivos, está na rotina de quem é portador desse transtorno alimentar. Esses comportamentos podem ocorrer em qualquer lugar e em várias vezes na semana e ao dia;

 

  • Transtorno de Compulsão Alimentar - é um dos distúrbios alimentares mais comuns.  Pode ser visto em pessoas que perdem o controle sobre o consumo de alimentos. Ao contrário da bulimia e anorexia nervosa, as pessoas com TOC, após os períodos de compulsão alimentar, não seguem comportamentos compensatórios (como exercício físico excessivo ou jejum). É comum os pacientes geralmente terem sobrepeso ou obesidade. O fator preocupante é que eles são as pessoas com maiores riscos de desencadear doenças cardiovasculares e pressão arterial elevada.

 

  • Hipergafia (deriva de um transtorno mental, onde o paciente sofre de problemas traumáticos que enfrentou em algum momento da vida. Entre eles estão: perda de uma pessoa querida ou até de bens materiais e acidentes);

 

  • Ortorexia (está relacionada com a obsessão por alimentos saudáveis e nutritivos de forma exagerada. Ou seja, a pessoa diagnosticada com ortorexia excluiu uma grande quantidade de alimentos com químicas, agrotóxico ou aditivos. A parte preocupante nisso é que o paciente fica preso nesse cenário. Na maioria dos casos a insatisfação com o corpo o leva a compulsão pelos alimentos saudáveis).

 

  • Síndrome de Pica (Alotriofagia - A pessoa que com alotriofagia ou Síndrome de Pica – como é conhecida – consome substâncias não nutritivas (como tijolo, batom, carvão, entre outras). O desejo por esses elementos é classificado como ‘transtorno mental’. Comum em grávidas e crianças.);

 

  • Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica (TCAP) - O paciente com TCAP consome alimentos em grandes quantidades em um período de tempo demarcado – mais comum, a cada duas horas.

 

  • Vigorexia - A vigorexia é um transtorno de ansiedade que faz com que o paciente tenha uma distorção de sua imagem. Comum com pessoas do sexo masculino, a vigorexia também é conhecida pelos exercícios físicos intensos. O que a diferencia da anorexia nervosa é que o paciente costuma se enxergar mais fraco do que realmente está, por isso a compulsão pelo aumento de massa.

Citrus Fruits

Tratamento

????????

Telefone

(85) 986 78 06 69 

Email

Endereço

Rua Assis Chateaubriand, 35 - Dionísio Torres,

Fortaleza - CE, 60135-200

bottom of page